Barroso vai a Lampedusa pedir perdão?

DURO-B~1

Na semana finda a Europa mostrou uma vez mais quanto não funciona como União Europeia e, pior ainda, quanto medíocres ou execráveis são os que a dirigem. Um deles é Durão Barroso, o português que guindaram a presidente da Comissão Europeia depois de ter servido de apoio aos que iludiram a população mundial – W. Bush e Tony Blair – dizendo que existiam armas químicas e outros horrores no arsenal de Sadam Husein, no Iraque. Uma mentira de dimensões superiores à pirâmide de Gisé. O pagamento a Durão Barroso foi feito em géneros. Presidente da Comissão da UE. Era primeiro-ministro em Portugal, demitiu-se e foi para o cargo que atualmente e há imensos anos ocupa na UE. Um lambão, sedento de poderes e de servir interesses escusos. Também por ele a Europa está como está. Afunda-se. E o serviço está quase completo, no que toca a Durão Barroso. E é esse magestático mediocre o escolhido para ir a Lampedusa – podia ser outro seu igual da UE – chorar lágrimas de crocodilo pelas vítimas da desumanidade da UE e do mundo chamado ocidental e democrático não o sendo. Anuncia a Agência Lusa que o “presidente da Comissão Europeia José Manuel Barroso desloca-se na quarta-feira à ilha de Lampedusa, em Itália, onde mais de 300 imigrantes terão morrido num naufrágio, anunciou hoje o primeiro-ministro italiano.” Saberá alguém o que vai ele fazer a Lampedusa? Prestar homenagem às vítimas? Pedir perdão em nome da Europa desumana? Expiar as suas responsabilidade no desaforo da sua cumplicidade e/ou da UE no fomento de guerras? Ou será que vai com esse mesmo sentimento de expiação não só pelas guerras mas também pela exploração selvagem que a Europa pratica em África, semeando a miséria e os desentendimentos entre os povos de diversos países? A gula é própria dos lambões, dos gananciosos, dos desumanos ao serviço de uma dezena de donos do mundo. É isso que é Barroso, um lambão que cumpre o ritual dos mafiosos indo a Lampedusa aos funerais dos que tempos antes lhes criaram as condições para que se finassem. Em nome de mórbido prazer a UE nada tem feito para além de ser desumana quanto a várias situações, e também nesta dos imigrantes que morrem às centenas ou são retidos em campos de concentração. A União Europeia nada tem feito pelos imigrantes nem agora é expectável que o faça. O que vai Durão Barroso fazer a Lampedusa? Vai pedir perdão?

Álvaro Tomeu

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Deixar opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s